Modalidade ganha mais adeptos como alternativa contra a contaminação da covid-19.

Em tempos de isolamento social, empresas de todo o mundo têm buscado alternativas para continuar operando. Para aquelas que podem fazer uso da tecnologia de forma a atuar remotamente, a solução tem sido uma modalidade diferente de trabalho: o home office.

Funcional

Apesar de receber bastante destaque recentemente, o home office tem sido amplamente praticado por profissionais e empresas no mundo todo na última década. Mundialmente, o número de profissionais que trabalham em casa cresceu de 35% para 51% entre 2017 e 2018. O Brasil segue a tendência: dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que em 2018 chegamos a 3,8 milhões de pessoas trabalhando em regime de home office.

Com o expressivo aumento da contaminação pelo coronavírus no primeiro trimestre de 2020, muitas empresas aceleraram a adoção desse modelo de trabalho, como tentativa de diminuir a propagação do vírus, uma vez que os escritórios aglomeram um grande contingente de pessoas. Diante desse aumento constante de trabalhadores que têm trocado as rotinas corporativas por home office, surgem diversas oportunidades para os empresários que atuam no setor de Casa e Construção, seja na venda de móveis e projetos de espaços, seja na prestação de serviços de manutenção.

Confira neste relatório de inteligência

Home office: vantagens e desvantagens

Dados sobre home office no Brasil e no mundo

O que é preciso para criar um escritório agradável e funcional

Tendências de decoração para home office

Modelos de negócio

Dicas para empreender na área.

Acesse o Link: SEBRAE SC

Foto de Capa Computerworld

Leia também

Reconhecimento por Voz do Speech-to-Text Google

Testando o Reconhecimento por voz e digitação de textos com Google NEST, Speech-to-text e …